Segunda-feira, 25 de Setembro de 2006

UM TEMA DIFERENTE...

20060212-173762-5.jpg


Ele há dias em que por mais que olhe para o monitor só consigo ver uma folha branca do word como que a gozar comigo. Parece que se está rir de e para mim, como que a dizer “tu tás à rasca, ò tagafe? Querias muito escrever algo interessante (que seria a primeira vez) para os teus amigos e… nada ?”


Fico marafado com a folha em branco, mais do que comigo próprio. É uma porra! Ainda por cima eu queria abordar algo diferente, algo inovador, um tema sobre o qual nunca escrevi, DESEJO, SEXO, essas coisas!


Claro que vos podia falar de coisas normais ligadas ao tema em causa, como o embaraço de fazer uma mulher atingir 399 orgasmos e mesmo assim não me conseguir vir. Ou daquela vez em que pedi ao guiness book o favor de não publicar na sua edição de ouro, o meu nome constando nos dez homens no mundo com o maior pénis. Coisas simples e verdadeiras, mas que não justificam mais do que algumas linhas a propósito.


 Isto tudo deu-me a ideia para vos falar da minha cunhada. Eu desejo-a sabiam ? Pois, ok, mas mesmo assim vou falar no tema. A minha mulher é muito melhor (fisicamente falando) que a minha cunhada, mas mesmo assim eu sinto-me atraído, é o velho ditado “…a galinha da vizinha é melhor que a minha…”, mas a questão ultrapassa em muito o desejo que já reparei mais do que uma vez, é retribuído.


Ainda em solteiro ela arrastou a asa para o meu lado diversas vezes, e em várias situações fui confrontado pela minha actual mulher com ciúmes devastadores que iam terminando a nossa relação. Não tive outra saída, tive que ser radical e afastar-me, manter um relacionamento frio (para não dizer gelado) com a minha cunhada. Por vezes penso na injustiça que essa minha atitude demonstra, mas foi o melhor na altura e mesmo agora quando nos aproximamos mais, os faróis da minha mulher acendem de uma forma que só visto. E agora vocês perguntam: e se ela desse o primeiro passo? E eu respondo: não sei não! Estou a ser o mais sincero possível, porque pode não parecer, mas esta atitude que tenho perante a minha cunhada por vezes entristece-me. Ainda este fim de semana estivemos juntos e tive que manter a minha frieza, é chato, triste e não condiz com a minha maneira de ser.


Eu sei que os meus amigos e principalmente amigas, podem achar estranho, ou talvez não! Já tentei escrever para a revista “Maria” a colocar o problema mas ainda não tive coragem. Enviem-me um e-mail, para não me sentir tão parvo a pensar que sou o único com este problema, mas por favor não me enviem vírus.


Conheço um gajo que apanhou uma merda dessas através do computador e agora há mais de três meses que não se consegue sentar ...

publicado por http://casadomasnaocapado2.blogs.sapo.pt/ às 18:09
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 21 de Setembro de 2006

O QUE DEVO FAZER?

A minha cunhada continua a dar-me uma tusa que nem imaginam! O que devo fazer? Será que vou ficar grávido? Será que me vai crescer cabelos na cara? O que devo fazer? Ok não é necessário responderem seus preversos!

publicado por http://casadomasnaocapado2.blogs.sapo.pt/ às 18:10
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 20 de Setembro de 2006

COM OU SEM?

30_podborka_34.jpg


A conversa sobre gajas é sempre muito animada. Apesar de já ter tirado a prova dos nove que elas quando se juntam são muito, mas muito piores que nós.


Mas voltando à conversa. Numa esplanada da cidade, certo dia desta semana estava eu (este belo exemplar do sexo forte), o “Picachu”, o Rui, o Dário e o Nuno (maluco para os amigos). Começámos a falar (claro está) do sexo oposto porque entretanto tinham-se esgotado os assuntos do futebol e automóveis e nesse tema tão importante na vida de todos nós, (julgamos que) ninguém deixa de ter algo significativo para dizer. Claro que não contámos as mesmas histórias, já tantas vezes repetidas e que são verdadeiros épicos da sexologia, até ao momento em que o “Picachu” (carteiro de profissão e discípulo do Zézé Camarinha, esse ícone da nossa cidade) decidiu assumir algo. Os restantes, eu incluído, silenciaram em absoluto para ouvir o desabafo sincero de um macho que se preparava para explicar um fracasso na cama. Ainda por cima estava em causa uma daquelas mulheres que só visto, porque aqui escrito ninguém acreditaria, natural da Finlândia, a trabalhar desde algum tempo como guia turística no Algarve, boa comó milho, linda de morrer.


É que o “Picachu” esse “monstro” sagrado das noites quentes de verão não é… (como vou explicar ?) muito bonito? Mas para grande espanto de todos nós o nosso amigo tivera a sua oportunidade de ouro, daquelas que só acontecem uma vez na vida. Nascida do convívio fortuito num grupo de amigos comum.


Pedimos mais qualquer coisa para beber porque a história prometia, fizemos silêncio para nos concentrarmos nos detalhes de tamanha tragédia. Aquele cromo de banda desenhada lá começou, mas a narrativa tranformou-se rapidamente numa seca. Debitou ao longo de alguns 30 intermináveis minutos o seu irrepreensível trabalho de sedução. Um conquistador, um verdadeiro Zézé Camarinha.


Avancemos na conversa até à parte em que entraram no quarto os dois. Um arrepio percorreu toda a cidade, desde a casa inglesa até ao Bairro Pontal, estávamos a breves segundos do momento alto:


- Eu entro com a Bifa no meu chalé, - afirmou o “Picachu”, todo gingão – deitámo-nos em cima das almofadas que tenho espalhadas pelo chão da sala, coloquei um som altamente e conversámos um bocado, e não tardou nada estava a tirar-lhe o soutien.


Boquiabertos e de sobrolho franzido, inclinámo-nos sobre a mesa para o ouvir melhor.


- Começo na marmelada com a gaja, mexe aqui beija ali, umas cabalhotas e tal, e às tantas começámos a despir-nos, eu todo maluco e tal, a gaja tira as cuecas e eu topo lá um penso higiénico. - uma pausa estratégica para morder as nossas expressões – Então não é que a filha dum diebe, tava com o período e não me disse nada!


Ainda bem que eu estava sentado ou cairia de costas com toda a certeza. O meu amigo “Picachu”, esse garanhão, mandou a gaja embora? rejeitou uma rapariga sensacional como se ela tivesse revelado uma doença sexualmente transmissível? Por estar com o período? Todos os outros até o maluco, concordaram com ele. Eu não. Estragando de seguida o ambiente da mesa com a minha reacção e sinceridade:


- Ó meu cabrão, sua ave rara, essa merda não tem nada que saber, só exige um simples problema de logística e nada mais. Uma toalha de rosto para evitar as manchas nos lençóis, uns lenços de papel e um duche abundante no fim. E pronto. Tu estás a dar em paneleiro? A resposta não se fez esperar: - Ó pá e tu não sabes que eu não posso ver sangue que desmaio?


Eu sei que se trata de um assunto desconfortável para a maioria das pessoas (de ambos os sexos). A minha opinião é simples, a questão do período nas mulheres como um problema intransponivel para um acto sexual, é equivalente, àquela em que as mulheres que praticam sexo oral recusam que um homem se venha nas suas bocas. É essa sensação de nojo uns dos outros que me perturba.


No fim da conversa antes mesmo das despedidas (o tradicional beijo no meu anel e o imperioso até amanhã padrinho) ficou a promessa dessa ave rara, que a próxima que lhe aparecer à frente com o período marcha, depois se desmaiar, logo se vê.

publicado por http://casadomasnaocapado2.blogs.sapo.pt/ às 18:03
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 13 de Setembro de 2006

COM / SEM?

t-34740.jpg


Pela foto já perceberam, hoje vou falar de pêlos púbicos ou vulgos pintelhos. Tudo porque simplesmente é uma questão de perspectiva (pff, pff, rrrr, rrrr…).


Acompanhem o meu raciocínio : - Um pêlo na cabeça de um careca não é nada, um pêlo na língua dum gajo enquanto ele pratica cunnilingus é um drama, repito, um drama (pff, pff, rrrr, rrrr…). Com o fim do Verão à vista, recordo que ao desafio de «vamos para a praia amanhã?» perante mulheres existe sempre alguma que responde «Vou ter que ir à depilação».


Será que elas se preocupam com o nosso bem-estar visual, ou estão a competir umas com as outras para ver quem consegue ter menos pêlos? Não interessa, no final de contas, somos nós que ganhamos (pff, pff, rrrr, rrrr…).


Já imaginaram o terror de viver na Idade Média? O acto sexual devia demorar pelo menos 11 horas, só 10 e 58 minutos seriam pró homem encontrar a entrada e ir buscar a foice para abrir caminho, 1 minuto para entrar e 1 minuto para adormecer.


Não sei porque me lembrei disto agora (pff, pff, rrrr, rrrr… e esta merda que não me sai da garganta) mas fica o apelo «Mulheres, por favor, não se depilem só no Verão, eu sei que o frio está a chegar e tal, mas é para isso que nós servimos, para vos aquecer», desculpem a natureza absurda ou não depende do ponto de vista, deste post (mais um não é?), mas precisava de dizer isto para ficar de bem comigo.


PS: eu também aparo os meus pelitos (tenho é um medo enorme de um dia cortar o que não devo, fosga-se).

publicado por http://casadomasnaocapado2.blogs.sapo.pt/ às 12:58
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 11 de Setembro de 2006

...

wtc_www[1].txt2pic.com.JPG

publicado por http://casadomasnaocapado2.blogs.sapo.pt/ às 17:04
link do post | comentar | favorito

MAS QUE RAIO?

SANTA233.jpg


Tudo bem, tudo bem, T U D O  B E M! Não batam mais no Mouro!


O tempo anda curto, o trabalho é excessivo, e eu sei, as desculpas estão cada vez mais esfarrapadas, mas nunca é tarde para voltar e cumprimentar todos os meus amigos, desejo a todos o melhor Natal de suas vidas, que o velhote de barbas venha com o saco bem cheio de presentes para todos vocês (pêra ai, mas em q`diebe de mês estamos? Não é Dezembro?), não faz mal, o natal é quando o homem quiser.


É que isto não anda nada bem, não ando com a roupa toda arrumada! Tal como as fases da lua, os interruptores, e muitas outras coisas mais… as nossas existências oscilam. Um dia está tudo numa boa, nos dias seguintes parece que os astros se conjugam para nos apresentar um lote de facturas pelos diversos pecados e omissões que cometemos algures no espaço e no tempo (bonito, gostei).


São períodos em que nos dá vontade de gritar num sonoro porra (ou pior), a cada instante. Para toda a gente saber e assim poder partilhar o nosso desalento pelas sucessivas bordoadas sob a forma de pequenos ou médios dramas do quotidiano (esta também soa bem).


Neste particular, este blog é muito funcional e terapêutico, e por isso escrevo assim…coisas sem pés nem cabeça! Perceberam? Eu também não! (mas que raio me deu hoje?)

publicado por http://casadomasnaocapado2.blogs.sapo.pt/ às 15:51
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 7 de Setembro de 2006

DE REGRESSO!?

06_podborka_13.jpg


Abandonei-vos por uns tempos mas retorno em força...


Aqui estou eu! Ok, uns dias depois do prometido. Precisava, não de férias porque nós os algarvios, dificilmente saboreamos esse merecido descanso no verão, mas necessitava de um certo alheamento desta preocupação quase diária de escrever algo no mínimo interessante, porque vocês merecem. Este foi sim um período de perguntas... sobre mim, os meus comportamentos, os meus desejos, os meus medos, as minhas relações com os outros.... e muito, muito trabalho.


Eu sei que não escrevo nada de jeito, e que por vezes não faço a puta de ideia do que digo ou penso, mas escrever neste cantinho relaxa-me. Eu se fosse a vocês não lia este blogue (novamente falo para as 2 pessoas que me lêem, já contando com aquele que veio por engano à procura de pornografia e que já se foi embora), eu não mereço o vosso tempo. A sério. Vão-se embora! Xô!


Mas antes fiquem a saber. Como eu gostaria neste regresso de abraçar todos vocês, que perdem um minuto das vossas vidas para simplesmente passar por aqui ...

publicado por http://casadomasnaocapado2.blogs.sapo.pt/ às 13:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. SEMPRE É VERDADE...

. DINHEIRO É SINÓNIMO DE .....

. THE BETTER SEX GUIDE ANAL...

. TEMPO E DISTÂNCIA

. ESTOU DE VOLTA...MAIS UMA...

. ...

. CASAR FAZ BEM À SAUDE?

. PORQUE O SABER NÃO OCUPA ...

. EU ACREDITO, E VOCÊS?

. O ÚLTIMO REFÚGIO...

.arquivos

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds